Muito respeito. Aqui é Ringo Starr!

19/07/2017

  [caption id="attachment_679" align="aligncenter" width="866"]Ringo Starr Ringo Starr[/caption]

Como o Azoofa divulgou ontem, na próxima segunda, 03/06 começa a pré-venda dos ingressos para o show do ex-beatle Ringo Starr, que acontece dia 29 de outubro no Credicard Hall, em São Paulo.

Essa é a segunda vez que Ringo Starr and His All Starr Band tocam no Brasil e, ao contrário de 2011, quando rolaram apresentações no Rio, Belo Horizonte, Brasília e Recife, dessa vez só veremos o batera por aqui e em Curitiba, no Teatro Positivo, dia 31. Curioso é que quando Ringo esteve aqui, acabou não incluíndo em seu setlist duas clássicas músicas de sua autoria que cantava na época dos Beatles: "Don't Passe Me By" e "Octopus's Garden", mas incorporou John Lennon e Paul McCartney em canções como "Talking In Your Step", "I Wanna Be Your Man" e "Boys" em ótimas versões.

Sempre visto como o "patinho feio" dos Fab Four, Ringo na verdade foi o único beatle que, após o fim da banda, conseguiu trabalhar com todos os ex-companheiros em diversas oportunidades, sem constrangimentos ou trocas de farpas. Tocou com John Lennon e Yoko Ono na Plastic Ono Band, participou do clássico All Things Must Pass de George Harrison (disco já citado por este que vos escreve no último post. Ray Manzarek, do The Doors, também participou desse grande disco com tantas participações importantes!), além da parceria com Paul McCartney em Six O'Clock e You're Sixteen, naquele que seria o grande disco de Ringo Starr: "Ringo", de 1973. Disco esse, que contou também com nomes fantásticos como Billy Preston (figura conhecida em trabalhos com Rolling Stones, Eric Clapton, Aretha Franklin, Jackson 5, entre outros...), Harry Nilsson, Klaus Voormann e Marc Bolan (T Rex), além é claro dos companheiros (de novo!) George em You and Me (Babe) e John em I'm The Greatest.

Nos anos seguintes, vale destacar mais participações que engrandeceram ainda mais a carreira de Richard Starkey, seu verdadeiro nome. Nos anos 70: Elton John, Eric Clapton, Peter Frampton (Humble Pie). Nos anos 80: Ron Wood (Rolling Stones), Stephen Stills (CSNY), John Entwistle (The Who). Nos anos 90: Phil Ramone, Jeff Lynne (Travelling Wilburys), Brian Wilson (Beach Boys), Tom Petty. Anos 2000: Chrissie Hynde (Pretenders), Willie Nelson, David Gilmour (Pink Floyd).

Só lembrando que no final dos anos 80 ele fundou sua "All Starr Band", que em diversas formações, só contou com feras. Duvida? Olha só mais alguns nomes: Greg Lake (Emerson Lake and Palmer), Roger Hodgson (Supertramp), Jack Bruce (Cream), Randy Bachman (Bachman-Turner Overdrive), entre outros já citados.

Ufa! Espero que todos esses nomes de gabarito tenham te convencido a ir ao show do Ringo. A mim, convenceram. Principalmente porque eu perdi a última oportunidade. Um cara que um dia tocou nos Beatles e que conta com o apoio de toda essa galera de primeiro time tem todo o meu respeito. E tenho dito.

PHOTOGRAPH LIVE EM SP 2011

Quem escreveu
Daniel Branco

Daniel Branco é redator e editor de conteúdo musical do site Azoofa. Lá coordenou a série em vídeo Azoofa Apresenta, escreve sobre o novo e o velho da música e entrevista bandas e artistas dos mais variados gêneros. Nomes como Criolo, Marina Lima, Kl Jay, Rincon Sapiência, Black Alien, Planta e Raiz, Kamau, Rashid, Bnegão, Supercombo, Plutão Já Foi Planeta e Francisco, el Hombre já passaram pela sua casa para trocar uma ideia, tomar uma cerveja e ouvir um LP – o que, para fins profissionais, chamávamos de Azoofa Live. Tem sempre uma história sobre um artista, um som, um show ou um disco na manga, mesmo que ninguém tenha perguntado.

Outras matérias e entrevistas