Bate Bola Azoofa: 5 Produtores Históricos

O grande responsável pelo sucesso de um disco não é necessariamente o artista ou a banda. Muitas vezes o dedo de um bom produtor transforma um álbum sem muitas perspectivas em um registro histórico. Pensando nisso, listamos hoje cinco produtores que fizeram muita coisa boa com uma galera da pesada, só pra você ter uma ideia.

SAM PHILLIPS

Uma das primeiras pessoas a exercer o papel de produtor musical nos moldes de hoje em dia foi Sam Phillips, americano de Memphis. Philips foi um dos responsáveis pela explosão do rock and roll nos anos 50, produzindo nomes como Elvis Presley, Johnny Cash, Roy Orbison e Jerry Lee Lewis.

PHIL SPECTOR

Quem também emplacou diversos sucessos nos Estados Unidos, mas na década seguinte, foi Phil Spector, produtor conhecido por produzir em 1970 o ultimo álbum dos Beatles, Let it Be, e mais tarde os trabalhos solos de John Lennon e George Harisson, além de monstros como Ramones e Leonard Cohen.

Phil Spector é responsável por uma importante e inovadora técnica de gravação, usada até hoje pra gravações em estúdio, chamada “Wall of Sound” (ou “Parede Sonora”). A idéia é passar o som do estúdio, com instrumentos elétricos e acústicos tocando a mesma parte, para câmaras de eco, provocando um reverberar que reforça e emoldura o som original, permitindo assim trabalhar diversas possibilidades de montar a música.

QUINCY JONES

Apesar de nos anos 70 ter obtido fama ao produzir grandes artistas como Frank Sinatra e Ella Fitzgerald, o maestro Quincy Jones (que sabia tudo de música) se tornou de fato um dos poderosos da indústria quando produziu três discos do rei do pop Michael Jackson, entre eles Thriller, de 1982, que é nada mais nada menos que o disco mais vendido da história.

Como músico, Quincy chegou a gravar muitas trilhas para o cinema, geralmente junto à big bands de jazz.

BOB EZRIN

Outro produtor, já citado por mim em outros posts, que chegou ao auge na década de 70 foi Bob Ezrin. Ezrin trabalhou com Alice Cooper, Peter Gabriel, Lou Reed (produziu o álbum Berlin, com direito a clássica história de quando mentiu aos filhos pequenos sobre a mãe das crianças ter morrido, somente pra arrancar algumas lágrimas sinceras dos pirralhos), Kiss (o recordista de vendagem Destroyer) e logicamente, Pink Floyd (The Wall).

RICK RUBIN

Nos anos 80 surgiu o hip-hop, estilo que viria a influenciar a producão musical mundo afora. Um dos responsáveis por isso foi Rick Rubin, nova-iorquino que produziu Run-D.M.C., lançou Public Enemy e Beastie Boys, além de ter sido responsável, em 1991, pelo talvez mais aclamado disco do Red Hot Chilli Peppers, Blood, Sugar, Sex, Magic.

Quem escreveu
Daniel Branco

 

Comentários
Postagens relacionadas

18/10/2018 Geral

PLAYLIST | Amor Geral

09/10/2018 Entrevistas

PLAYLIST | Roberta Martinelli

01/10/2018 Entrevistas

As oito viagens de Tatá Aeroplano

24/09/2018 Entrevistas

FALA-SE DE MÚSICA | Luedji Luna

Shows relacionados
POPLOAD FESTIVAL 2018
15/11/2018 - 11:00 hs
Memorial da América Latina
R$180 a
R$750
comprar
POPLOAD FESTIVAL 2018
JOÃO BOSCO
09/11/2018 - 22:00 hs
Casa Natura Musical
R$120 a
R$70
comprar
JOÃO BOSCO
KELL SMITH
08/11/2018 - 22:30 hs
Bourbon Street
R$50
comprar
KELL SMITH
BAVINI E SÉRGIO REIS
08/11/2018 - 21:00 hs
Teatro Opus
R$100 a
R$80
comprar
BAVINI E SÉRGIO REIS
MIRANDA APRESENTA: NOITES BACANEZA 08/11
08/11/2018 - 22:00 hs
Z Carniceria
R$20 a
R$30
comprar
MIRANDA APRESENTA: NOITES BACANEZA 08/11