JÁ OUVIU? | Três anos após último lançamento, Glue Trip retorna com clipe de Time Lapses

Enquanto se prepara para o lançamento do aguardado segundo disco, o Glue Trip apresenta o videoclipe de "Time Lapses". A faixa é a primeira música inédita que o quarteto apresenta desde o lançamento do seu disco de estreia, em 2015.

     Glue Trip é um projeto iniciado por Lucas Moura e Felipe Augusto. Originários de João Pessoa/PB, começaram em 2012, influenciados pelo clima tropical proporcionado pela cidade. Após duas faixas instrumentais e um breve hiato, lançaram "Elbow Pain", que até hoje segue como sua música mais ouvida na plataforma de streaming Spotify. 

 

     Após o EP Just Trippin' (2013) e homônimo (2015), a iniciativa retorna à atividade com o début de "Time Lapses", single que ganhou clipe e nos permite uma prévido do próximo álbum, Sea at Night. Sem fugir das características que compõe sua identidade, Glue Trip promove novamente um som com vozes com delay, letra em inglês, batidas eletrônicas, violão de nylon e uma atmosfera que te leva viajar – experiência consequente do visual do vídeo, inclusive – por aquela sonoridade com cara de verão.

 

"Em um filme do Eric Homer tem uma fala que o protagonista diz assim: "Desde que cheguei aqui não fiz nada. E cada dia faço menos. Quero alcançar o nada absoluto". A proposta do clipe era captar esse grande nada nas nossas vidas. Esses momentos em que apenas viemos sem estar carregados de ambições. O Lucas já tinha em mente fazer um road movie. A ideia então veio daí ser um registro que não leva a lugar nenhum, onde o destino é o fim da vida que ainda vai chegar. O clipe é um recorte dessa longa jornada. E esse recorte não se propõe a nada. Queríamos apenas estar lá, no meio da Chapada dos Veadeiros em contato com o sol, o cerrado e as cachoeiras. E só. As falas do clipe, as reflexões, tem um quê de existencialismo, mas são de certa forma desconexas e sem conclusões. E por que filmar o nada? A resposta é que estamos sempre numa corrida atrás de realizações. Estamos sempre tão ocupados. O clipe vai na contramão. E se há um significado nele talvez seja esse, despertar um pouco de calmaria. Ou como escreveu Alberto Caeiro: "há bastante metafísica em não pensar em nada", complementa Cícero Fraga, diretor do clipe.

Quem escreveu
Vivian Fernandes

 

ver mais
Comentários
Postagens relacionadas
Shows relacionados
POPLOAD FESTIVAL 2018
15/11/2018 - 11:00 hs
Memorial da América Latina
R$180 a
R$750
comprar
POPLOAD FESTIVAL 2018
Z FESTIVAL 2018
14/10/2018 - 14:00 hs
Allianz Parque
R$110 a
R$600
comprar
Z FESTIVAL 2018
JOÃO BOSCO
12/10/2018 - 18:00 hs
até 14/10/2018 - 18:00 hs
SESC 24 de Maio
JOÃO BOSCO
KLEITON & KLEDIR
12/10/2018 - 21:30 hs
até 13/10/2018 - 21:30 hs
Tupi or not Tupi
KLEITON & KLEDIR