PLAYLIST <3 Os atravessamentos artísticos de Lirinha do Cordel

Pedimos ao Lirinha que indicasse uma playlist com sete músicas que assim como as canções da banda também têm o atravessamento artístico como base.

No próximo final de semana, o Rio de Janeiro será sede da 2a edição do Festival Rio ArtMix que aterrissa no Armazém da Utopia. Cordel do Fogo Encantado, Academia da Berlinda, Johnny Hooker, Minha Luz é de Led, Samba Que Elas Querem, Kebajê, Samba Independente dos Bons Costumes, Cadê Ioiô? e os DJ's Doni, Tamy e Lencinho além do tradicional Baile Charme do Viaduto de Madureira são os convidados desta edição do evento que acontece nos dias 9, 10, e 11 de novembro.


No sábado, 10, a mistura certeira de música, teatro e poesia d’O Cordel do Fogo Encantado subirá ao palco do evento para apresentar os grandes sucessos da banda e uma compilação de inéditas do novo disco “Viagem ao Coração do Sol”. Aproveitando que a banda lançou este ano seu quarto disco e está de volta ao Rio para apresentar o show deste trabalho, conversamos com o vocalista José Paes de Lira sobre os atravessamentos que fizeram do Cordel uma mistura bem sucedida de música, performance teatral, poesia e a tradição do cordel – originária do nordeste brasileiro.


Pedimos ao Lirinha que indicasse uma playlist com sete músicas que assim como as canções da banda também têm o atravessamento artístico como base. Aproveitamos e deixamos o serviço completo do show aqui pra vocês:


Serviço: Cordel do Fogo Encantado no Festival Rio ARTMIX

Dia: 10 de novembro (sábado) de 2018

Local: Armazém da Utopia - Av. Rodrigues Alves, 299 - Gambôa, Rio de Janeiro

Horário: 20h às 4h

Ingressos: R$ 70 (na hora)

Vendas antecipada com desconto em: https://master.ingressocerto.com/stage01-marketing-promocional

Capacidade: 4 mil pessoas

Censura: 18 anos



FP: O que mudou no garoto pernambucano que sonhava viver de música pro artista consagrado com projeção nacional que hoje você se tornou?

Lirinha: Mudou em mim, tudo o que muda com a passagem do tempo. Mas algumas coisas não mudaram. Como alguns sonhos. Por exemplo, o sonho de fazer uma música e poesia que transforme as coisas.


FP: Como tem sido rodar o Brasil com esta turnê em 2018, o ano que a extrema direita chegou ao poder?

Lirinha: A turnê se chama: Viagem ao Coração do Sol, e essa trajetória ficcional nasceu em busca da personagem chamada: "Filha do Vento" que é também conhecida pelo nome de: "Liberdade", a principal condição humana. A ideia é perguntar: "Se somos livres, porque vivemos acorrentados por todos os lados?"

Sei que até conquistamos liberdades individuais. Mas como experimentá-la em conjunto? Mas como vivê-la em coletivo? Como viver com o outro diferente num mesmo lugar? A extrema direita tem uma resposta pra isso e eu não concordo com seus pensamentos. Acho que ser livre, é querer livre os outros.

FP: A banda nasceu de uma performance teatral. Como os atravessamentos artísticos moldam a sua obra?

 

Lirinha: Fiz uma escolha artística de zona de fronteira. Onde uma arte se mistura com a outra. Mas minha primeira escola foi a poesia falada em voz alta. A palavra dita. Tudo mais veio dessa música das palavras e os seus sentidos.


FP: Você já apresentou o show da nova turnê no Rio de Janeiro e agora estará de volta. Em menos de um ano, a cidade e o país mudaram. Como será a apresentação do dia 10 de novembro? O que o público carioca pode esperar deste retorno à cidade?

Lirinha: Sinto que esse show será um reencontro importante. Por isso mesmo. Por tudo que aconteceu nesses últimos meses. Será importante cantar, dançar e abraçar as pessoas.


FP: Qual a importância, na sua opinião, dos festivais de música?

Lirinha: Os festivais são muito importantes por muitas coisas que envolvem a sua feitura. A reunião de sons diferentes num mesmo lugar. A produção material. A movimentação do mercado, os bastidores técnicos. E principalmente a força do público reunido. A memória, a história construindo uma nova mensagem

Quem escreveu
Fabiane Pereira

Fabiane Pereira é jornalista, pós-graduada em Jornalismo Cultural pela ESPM e em Formação do Escritor pela PUC-Rio. É mestranda em Comunicação, Cultura e Tecnologia da Informação no Instituto Universitário de Lisboa. É curadora do projeto literário Som & Pausa e toca vários outros projetos pela sua empresa, a Valentina Comunicação. É apresentadora do programa Faro na rádio carioca SulAmérica Paradiso FM (95.7 FM).

Comentários
Postagens relacionadas

16/11/2018 Geral

FAMI

07/11/2018 Entrevistas, Listas e coletâneas

PLAYLIST <3 Os atravessamentos artísticos de Lirinha do Cordel

23/10/2018 Entrevistas

FALA-SE DE MÚSICA | Xenia França

18/10/2018 Geral

PLAYLIST | Amor Geral

Shows relacionados
EKENA
28/11/2018 - 21:00 hs
Teatro da Rotina
R$20 a
R$40
comprar
EKENA
FRED SUNWALK E VANESSA COLLIER
28/11/2018 - 21:30 hs
Bourbon Street
R$50
comprar
FRED SUNWALK E VANESSA COLLIER
ANNA SETTON
28/11/2018 - 21:00 hs
Baretto
R$140
comprar
ANNA SETTON
33 ANOS DA 89FM
28/11/2018 - 19:00 hs
Audio Club
R$30 a
R$60
comprar
33 ANOS DA 89FM
DAN COSTA
28/11/2018 - 21:00 hs
JazzB
R$30
comprar
DAN COSTA
LUCIANA MELLO
27/11/2018 - 21:00 hs
Teatro Porto Seguro
R$120 a
R$90
comprar
LUCIANA MELLO